Serviços e especialidades

Sabia que...

  • Um dente com infeção pode diminuir o rendimento desportivo até 22%;
  • O desempenho desportivo de um respirador bucal (dificuldade em respirar pelo nariz) decresce em cerca de 21% relativamente a um respirador nasal;
  • Um problema ortodôntico (má posição dentária) pode desenvolver complicações respiratórias, produzindo um decréscimo de 21% no desempenho desportivo;
  • Uma lesão muscular pode demorar até 2 vezes mais tempo a recuperar se existir uma patologia dentária concomitante;
  • Um problema nas gengivas pode comprometer o coração, as articulações e dificultar a recuperação de lesões musculares;
  • Uma má oclusão (relação dos dentes superiores com os inferiores) ou a falta de dentes gera problemas na mastigação, prejudicando a absorção dos nutrientes, podendo provocar desequilíbrios musculares, dores de cabeça, desconforto e stress;
  • Hábitos viciosos como roer as unhas, apertar e ranger os dentes produzem desgaste dos dentes e sobrecarga muscular (contraturas e espasmos), podendo gerar dores de cabeça e stress;
  • Segundo a National Youth Sports Foundation cerca de 5 milhões de dentes são perdidos por ano em atividades desportivas;
  • Segundo a ADA - American Dental Association - pelo menos 200 mil traumas são evitados anualmente pelo uso de protetores bucais;
  • Segundo a Academia Americana de Medicina Dentária Desportiva, o uso de um protetor bucal diminui até 80% o risco de traumatismo dentário;
  • Cada desportista envolvido num desporto de contacto tem 10% de possibilidades de sofrer um traumatismo dentário ou oral, e sem o uso de protetor bucal personalizado esse risco aumenta mais de 60 vezes!
© 2019 Instituto de Implantologia. Todos os direitos reservados.
Scroll para
ver mais