Serviços e especialidades

Periodontologia - Perguntas Frequentes

Com que idade surge a doença periodontal?

As formas mais frequentes aparecem nos adultos, iniciando-se em idades jovens à volta dos 30 anos. Geralmente quanto mais jovem é a pessoa, maior a probabilidade de aparecimento de uma forma grave de periodontite e que necessita de mais cuidados. Raramente as doenças periodontais afetam crianças, mas quando aparecem são formas graves que ameaçam de forma séria a dentição e inclusive a própria saúde geral.

As doenças periodontais estão entre as mais frequentes da raça humana. A gengivite afecta quase a totalidade da população, tanto infantil como adulta. A periodontite afecta quase um em cada dois adultos com mais de 35 anos.

Como sei que as minhas gengivas estão doentes?

Os sintomas são o sangramento espontâneo ou durante a escovagem, o aparecimento de pus na gengiva, mau sabor ou mau hálito, gengiva muito vermelha, retração da gengiva, alteração da posição dos dentes e até mobilidade dentária. O diagnóstico deverá ser feito pelo Periodontologista, pelo que se apresentar qualquer destes sinais, deverá consultá-lo para que o seu caso seja avaliado.

É normal que a gengiva sangre?

O sinal que mais precocemente nos avisa da existência de problemas na gengiva é a ocorrência de sangramento gengival espontâneo ou após a escovagem. Uma gengiva que sangra pode apresentar uma gengivite (forma menos grave) ou uma periodontite (forma mais grave). Em casos particulares, como quando associado à toma de certos medicamentos ou em certas doenças, pode haver uma maior tendência ao sangramento gengival.

A doença periodontal tem cura?

O tratamento da doença periodontal consegue suster o avanço da doença, mas não consegue, na maioria dos casos, curar no sentido de repor os tecidos perdidos. Por outro lado, a periodontite é uma doença crónica, pelo que é fundamental frequentar as consultas regulares de manutenção. Caso contrário, a doença volta a reativar-se.

Nas formas mais agressivas, como nos casos que aparecem em crianças ou adultos jovens, em fumadores de mais de 20 cigarros por dia, ou em algumas doenças sistémicas, como a diabetes não controlada, o tratamento pode não resultar no controlo total da doença, mas no seu avanço mais lento.

A higiene oral é suficiente para tratar a periodontite?

Não. Com a periodontite formam-se bolsas periodontais profundas onde se acumulam bactérias. É necessário tratamento especializado feito por um periodontologista para tratar a doença periodontal.

A doença periodontal pode afetar os meus implantes dentários?

Sim. A doença periodontal contribui para a infeção e perdas dos implantes, chamado peri-implantite. Por isso mesmo um tratamento adequado da doença periodontal é essencial para a saúde dos seus implantes.

© 2020 Instituto de Implantologia. Todos os direitos reservados.
Scroll para
ver mais