Serviços e especialidades

Medicina e patologia oral

A Medicina Oral é a área da Medicina Dentária que se ocupa do diagnóstico e tratamento das patologias que afetam os tecidos duros (dentes e ossos maxilares) e moles (gengivas, mucosas, língua e lábios) da cavidade oral, bem como das estruturas anexas (ex. as glândulas salivares).

Quando uma lesão suspeita é observada, a biopsia da mesma poderá ser aconselhada, permitindo a obtenção de um diagnóstico histológico concreto e aferir o seu eventual carácter maligno.

As lesões orais devem merecer especial atenção por parte do Médico Dentista. Podem constituir entidades locais ou corresponder a manifestações de doenças sistémicas, apresentando causas múltiplas, designadamente reacionais, infeciosas, imunológicas, neoplásicas ou hereditárias:

  • A grande maioria das lesões da cavidade oral tem origem traumática, traduzindo uma reação dos tecidos a agentes agressores, sejam eles mecânicos, físicos, químicos ou térmicos. As hiperplasias fibrosas, ulcerações traumáticas, queimaduras, tatuagens por amálgama ou queilites exfoliativas são alguns exemplos deste tipo de lesões;
  • As infeções da cavidade oral podem, naturalmente, dever-se a bactérias, fungos, vírus ou protozoários. As candidíases (Candida albicans) e as lesões herpéticas (Vírus Herpes Simplex) são, respetivamente, as infeções fúngicas e virais mais frequentes;
  • Muitas patologias dos tecidos orais têm uma base imunológica, podendo constituir reações alérgicas ou alterações auto-imunes da mucosa oral (ex. pênfigo, penfigóide, lúpus, eritema multiforme ou líquen plano);
  • De um modo geral, os tumores da cavidade oral podem ter origem epitelial ou conjuntiva. Dividem-se ainda em neoplasias benignas e malignas. Os hemangiomas, linfangiomas, neuromas e lipomas são exemplos de tumores benignos de origem conjuntiva. O carcinoma pavimento-celular é a neoplasia maligna mais comum, tendo a sua origem no epitélio de revestimento da cavidade oral;
  • Finalmente, algumas doenças que afectam a cavidade oral não são adquiridas, apresentando uma importante componente genética. O nevus esponjoso branco e algumas formas de epidermólise bolhosa são exemplos de entidades cuja transmissão é hereditária.

CASOS CLÍNICOS (clique para ampliar)

Patologia oral 1
Patologia oral 2
Patologia oral 3
Patologia oral 4
Patologia oral 5

© 2017 Instituto de Implantologia. Todos os direitos reservados.
Scroll para
ver mais